Projeto pedagógico 2022: a importância de se planejar para o novo ano letivo

O projeto pedagógico está entre as principais atividades feitas todos os anos pelas escolas. Indispensável, ele é o documento responsável por organizar todo o ano letivo. Passa, assim, pela criação de cronograma, grade escolar, planejamento das aulas e também dos recursos, sejam eles físicos ou digitais, materiais ou financeiros.

Tudo isso precisa estar alinhado com os objetivos e os valores únicos de cada escola. Além disso, o projeto pedagógico deve garantir a aplicação das diretrizes do Conselho Nacional da Educação e dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN).

Entre os benefícios do projeto pedagógico para a escola, podemos citar:

  • Visão estratégica do ano letivo
  • Mais controle sobre cada etapa do trabalho
  • Preparo das equipes para lidar com situações diversas
  • Alinhamento de expectativas com a comunidade escolar

Projeto pedagógico 2022

Mas se a cada ano o projeto pedagógico ganha novas formas, em 2022 ele deve ser revisado com ainda mais atenção. Isso porque a pandemia impactou de forma negativa a educação brasileira. Assim, seus efeitos vão continuar a ser sentidos no contexto escolar em 2022.

“Os impactos se mostram em frequência e profundidade no processo de ensino e aprendizagem”. É o que afirma Andréa Regina Eckel, diretora do Colégio Bom Jesus Divina Providência. “Assim, cabe frisar a urgência de criar estratégias pedagógicas por meio das equipes de trabalho para atender às necessidades indissociáveis dos estudantes. Isto é: aspectos socioemocionais e cognitivos.”

Conforme a diretora, os prejuízos educacionais reforçados pela pandemia se manifestam por meio de uma fragilidade acadêmica vista em boa parte dos estudantes. Assim, o projeto pedagógico de 2022 pede um olhar mais atento para este contexto.

Para auxiliar você a realizar o projeto pedagógico do próximo ano letivo, a equipe Brink Mobil separou 3 dicas. Confira a seguir!

1. A realidade é o ponto de partida do seu projeto pedagógico

Por mais que o projeto pedagógico tenha um objetivo comum, cada escola deve levar em conta o seu contexto único. Isso inclui fatores internos, como o orçamento da escola e o espaço que tem a seu dispor, bem como fatores externos, a exemplo da comunidade escolar. “Sendo assim, as estratégias pedagógicas devem integrar a base curricular sem deixar de fortalecer o vínculo familiar com a equipe pedagógica como base de parceria e confiança”, reforça Eckel. 

2. Promova avaliações, faça pesquisas

Promover avaliações anuais, coletar depoimentos e promover reuniões de pais e alunos pode contribuir, e muito, com o projeto pedagógico. Isso porque ele precisa estar de acordo, também, com as necessidades particulares e subjetivas de cada aluno. Especialmente no contexto da pandemia, os processos pedagógicos precisam reforçar o vínculo dos alunos com a escola. 

Pensar na realidade como ponto de partida é também considerar tudo o que já foi feito nos anos anteriores. Isso inclui consultar os últimos projetos pedagógicos. Não deixe de comparar os projetos. Identifique o que funcionou e pode ser repetido. Mas também o que falhou e deve ser repensado.

3. Conte com a sua equipe

Conte com cada um da sua equipe. Eles são essenciais!

Por fim, não se esqueça de que o projeto pedagógico é feito de forma coletiva. Cada colaborador da sua escola pode somar com uma nova ideia ou sugestão. Por isso, depois de feito o planejamento, é hora de chamar a equipe novamente. No início do ano escolar, reforce a importância de cada um para colocar o planejamento em prática. Eles são essenciais!

“Desenvolver um trabalho logo ao início do período letivo é primordial. Apresentar, neste momento, todos os mecanismos pedagógicos pertinentes à instituição, bem como as possibilidades de trabalho que o percurso escolar prevê. Isso solidifica a identidade institucional frente à comunidade escolar”, explica Eckel.

>> Quer mais conteúdos sobre educação? Conheça o blog da Brink Mobil!