Gestão participativa: qual a importância para a escola?

A gestão escolar é essencial para a instituição de ensino. Isso porque é a partir dela que a escola pode se tornar mais organizada e eficiente. Mas a tarefa de gestão é desafiadora. Afinal, a escola é um espaço coletivo. Dessa forma, é feita por muitos atores. Entre eles, estão diretores, alunos, professores e equipe pedagógica. Mas sem esquecer de todos os segmentos que compõem a comunidade escolar. Mas e como aproveitar o potencial de todos esses grupos? A resposta é por meio da gestão participativa. A partir dela, toda a comunidade interna e externa atua na gestão de alguma forma. 

A educadora Heloísa Luck, aborda o tema no livro “A Gestão Participativa na Escola”. Conforme a especialista, a gestão deve atuar já na hora de traçar objetivos. Nesse momento, é preciso o envolvimento de todos os que fazem parte do processo de ensino. Além disso, essa participação deve acontecer na solução de problemas e na tomada de decisões. Mas também na proposição, implementação, monitoramento e avaliação de planos de ação. Para ela, tudo isso é imprescindível para obter melhores resultados do processo de ensino.

Gestão participativa e democrática 

Foto: Pexels

Uma gestão participativa é também democrática. Isso é, permite que toda a comunidade escolar participe das decisões importantes que envolvam a escola. Assim, inclui o envolvimento de todos no processo de construção do planejamento educacional. 

“A participação dá às pessoas a oportunidade de controlar o próprio trabalho. Mas também de sentirem-se autoras e responsáveis pelos seus resultados. Construindo, portanto, sua autonomia”, afirma Luck.

Além disso, a gestão participativa tem a vantagem de motivar alunos e funcionários, bem como melhorar seu desempenho. Permitir que os alunos atuem na gestão também é uma maneira de formar cidadãos engajados. Quando as decisões são tomadas em conjunto, também é mais fácil atender demandas da comunidade e delegar funções.

<<< Leia também: Emoções e indisciplina na volta às aulas

O papel do diretor escolar

Como a direção escolar pode promover uma gestão democrática? Para que isso seja possível, é preciso seguir alguns passos:

  • Transparência

Uma gestão democrática só funciona com transparência. Em outras palavras, é preciso mostrar os dados reais sobre a escola. Depois, a partir da realidade, será possível traçar planos e metas.

  • Diálogo

A escola precisa ser um local de diálogo. Dessa forma, deve permitir a interação entre agentes internos e externos. Isso inclui pais e responsáveis. Essa troca pode ser feita por meio de reuniões em horários que todos possam participar. Isso deve incluir os que trabalham em período integral. 

  • Reconheça esforços e iniciativas

Isso motiva, estimula e torna as pessoas que fazem parte da gestão mais felizes. 

  • Clareza de responsabilidades

Essa divisão deve ser clara. Isso facilita a participação de todos. Além disso, cada um deve saber a sua função. E, também, como ela irá contribuir com o objetivo comum.

  • Formação

Uma boa gestão investe na formação contínua de toda a equipe. Isso ajuda na construção de uma educação de qualidade.